Action Hiken, volume 07

Avaliado como 2.00 de 5, com baseado em 1 avaliação de cliente
(1 avaliação de cliente)

R$15,00

Frete Grátis! 

 

114 páginas

Preto e Branco e Colorido

Capa: Papel Cartão Plastificado

Brochura, costurado e colado

Descrição

Antologia de mangás nacionais publicada originalmente online. Novas edições todo mês!

 

Mês
Maio/2016

Capa
Acidental Power Heros [Gabriel Silva]

Séries

Acidental Power Heros 5

Two – Sided 02

Gehenna 02

Pandor – Parte 1

Ticom6 – Oneshot

 

Informação adicional

Tipo de Papel

Papel Branco, Papel Amarelado

1 avaliação para Action Hiken, volume 07

  1. Avaliação 2 de 5

    Caliel Alves

    O Revista Action Hiken ed. #7 – TOC do mês de maio 2016

    Retornos, inícios e mudanças

    Capa [Acidental Power Heroes]
    Acidental Power Heroes¬ Cap.05 – [Final]– arte Gabriel Silva
    Two Sided – Cap. 2 – por Jazi Almeida
    Gehenna – [Minissérie, final] – Cap.02 – por Fábio Gesse
    Pandor – [Minissérie] – Cap. 01 – por Jayson Santos
    Ticom6 – [One-shot] – arte Lucas Gesse, roteiro Fábio Gesse

    O mangá de heróis da antologia chega ao fim. Esse TOC atípico e estranho se deve a um elemento de suma importância: só uma série foi publicada! Tirando ela, só minisséries e one-shot foram publicadas, para uma antologia mensal isso é ruim. Voltando ao mangá, o Gabriel Silva mostrou toda sua imaturidade, produzindo uma obra infantil e totalmente descartável, em que nada no roteiro foi amarrado.
    Como definir Two Sided além do traço amigável e roteiro hábil? Erros ortográficos. Nesse segundo capítulo, já que o primeiro foi dividido em partes 1 e 2, Jazi Almeida traz uma luta entre um vilão com poderes interessantes relacionado a metais, mas com uma fraca personalidade. Houve uma redundância no capítulo, o vilão cai com um golpe de espada de Yui e ele diz ser do Clã Nomura, no quadro seguinte Shin faz uma constatação irrelevantes, Shin: “… ele parece ser do Clã Imai”.
    Gehenna finaliza com um ótimo capítulo, onde vemos uma reflexão moral e espiritual da nossa vida cotidiana, tão atarefada, voltada para a competição e sufocamento.
    Sem Age of Guardian por causa da produção do encadernado do mangá.
    O Jayson Santos, mangaká produtivo e criativo, duas qualidades que admiro em qualquer artista, conseguiu produzir um dark fantasy com o mito de Pandora, a Eva mitológica grega. Fecunda em sua temática, mas ainda assim abaixo de outros do seus mangás como o Hooligan.
    Ticom6 é mais um gag mangá superengraçado em todos os sentidos. A desilusão do jovem trabalhador e o assédio moral sofrido nas empresas foi uma crítica perspicaz a semiescravidão moderna dos meios corporativos. Parabéns ao autor.

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *