ACTION HIKEN, VOLUME 18

Avaliado como 4.00 de 5, com baseado em 1 avaliação de cliente
(1 avaliação de cliente)

R$13,70R$18,95

Antologia de mangás nacionais publicada originalmente online. Novas edições todo mês!

Mês
Abril/2017
Capa
Final Spark [Mailson Ferreira]
Séries
1 – Final Spark #02 – Mailson Ferreira
2 – Two-Sided #13 – Jazi Almeida
3 – Fim dos Deuses #02 – Samuel Grativol
4 – Hooligan #07 – Jayson Santos
5 – Age of Guardian #12 – Ingrid Oliveira
6 – How Not To Be a Super Hero  (One-Shot) – VEL

112 páginas

Preto e Branco

Miolo: Papel Offset 90g

Capa: Papel Cartão Plastificado

Brochura, costurado e colado

Limpar

Informação adicional

Peso N/A
Dimensões N/A
Tipo de Papel

Papel Offset 90g (Branco), Papel Reciclado 75g (Amarelado)

Tamanho

10x13cm (Pocket), 16,5×12,5cm (Padrão)

Impressão

Tinta, Laser

1 avaliação para ACTION HIKEN, VOLUME 18

  1. Avaliação 4 de 5

    Caliel Alves

    Revista Action Hiken ed. #18 – TOC do mês de abril 2017

    Shonen ascension

    Capa [Final Spark]
    Final Spark – Cap.02 – Mailson Ferreira
    Two Sided – Cap.13 – Jazi Almeida
    Fim dos Deuses – Cap.02 – por Samuel S. Grativol
    Hooligan – Cap.07 – Jayson Santos
    Age of Guardian – Cap.12 – Ingrid Oliveira
    How Not To Be a Super Hero – [One-shot] – Cap.00 – por Vel

    FS entrega mais um capítulo fenomenal! O protagonista que é um espadachim, perdão, não lembro o nome do protagonista… encontra um jovem numa floresta de bambo. Ambos decidem seguir para a Cidade Central Rukon, onde diversas pessoas se dirigem na esperança de entrar no exército imperial, a Força Tarefa de Rukon. Entretanto, bandidos atacam o grupo que está encurralado devido um deslizamento de pedras. Uma luta campal vai acontecer no próximo capítulo, leitura imperdível. Páginas coloridas legais!
    TS entrega um dos melhores capítulos. Shin e Anna debate sobre o Yui, a conclusão é que ele é muito gentil. O trio de Kanetsura tenta dar conta dos guerreiros de sombra, mas nenhum golpe surte efeito. Os inimigos formam uma cela de sombra gosmenta e prendem o geminiano. Yui tem um estranho encontro com seu inconsciente. O que parece ser sua força interior se manifesta, garantido um aumento do seu Reiki. Realmente merece a posição conquistada nessa edição. Um merecido primeiro lugar.
    Fim dos Deuses revela um pouco do seu próprio mundo, uma atitude muito inteligente do autor, afinal, não se faz história apenas com lutinhas, tem que contextualizar o universo que você criou ou estar utilizando. As ligações da Lizard, a gangue de ogres, com o povo de Sihaara e com o Exército será muito devastadora quando revelada. O Crono é um espadachim, mas o Trynn é um ladino, logo este é muito mais estratego que aquele. O Sam parece na história cheio de marra, e desafia um dos filhos do Deevi no Alfa pra um duelo, quem vencerá?
    No mangá do Jayson Santos a luta de Riot e Rest prossegue com implemento de novas estratégias para apanhar o inimigo com as calças na mão. Essa edição deve ter sio a mais difícil para os leitores escolherem o melhor capítulo, tá pauleira minha gente, todos os mangás até agora entregaram ótimos capítulos cheios de ação e reviravolta. Pra completar, Sasha dá de cara com a juíza e líder das Little Ladies, Garnet, parece uma deusa amazona, ela é feroz e sensual, gosto dessa combinação.
    AOG entrega um dramático capítulo onde conhecemos um pouco sobre o passado de Hana e do seu irmãozinho Haru, que parece ser muito frágil para um Ookami. O pai da Hana parece ser muito legal, e o tio dela muito distante. O drama existencial da Hana cria na confusão na cabeça dela. Enquanto os Hinowashi fazem o seu movimento, a Black Diamond toma iniciativa, ao que tudo indica, eles atribuem a onda de assassinatos dos clãs aos Ookami, o que acontecerá quando ele encontrarem a Hana? Só saberemos no próximo capítulo, alto nível de tensão nesse capítulo minha gente.
    How Not To Be a Super Hero é um mangá one-shot de super-herói, com título longo, história maçante e arte fraca. Ele não tem balões, não tem uma história objetiva e funciona apenas como anúncio para uma revista nos moldes da RAH, a Monthly Shonen Amino, pelo tipo de mangá que ela publica não deve ter chegado muito longe na área de publicação, indo para o limbo como a Ação Magazine e Mangá Pride.

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *